Natal Invisível.

received_2035658489987012.jpeg

Estamos em dezembro, o mês natalino, do brilho, das luzes, das cores. O mês dos adornos, dos presentes, dos banquetes…o Natal visível a olho nu! É bonito, intenso e divertido, mas no último texto do ano, eu quero mesmo é falar do Natal invisível, aquele que nossos olhos, por si sós, não alcançam. Eu quero falar do brilho refletido no olhar, das luzes que vêm de dentro de nós, das cores produzidas pelos nossos pensamentos/sentimentos. Eu quero falar dos adornos contidos nos abraços, nas gentilezas, nos afagos. Quero falar do melhor presente, que é estar presente! Do melhor banquete, que é fornecido pelo exercício diário do perdão e da gratidão.

Vamos dar lugar ao verdadeiro espírito natalino, deixemos que ele entre em ação, que se manifeste por meio do nosso olhar, nosso agir, nosso falar. Deixemos um pouco de lado a importância que damos ao nosso eu externo, olhemos para dentro! Primeiro, para dentro de nós, para enxergarmos o brilho dos nossos pensamentos, as luzes e as cores dos nossos sentimentos. A partir de nós, tentemos olhar para dentro do outro, para nos aproximarmos, para compreendermos nossas lutas interiores, nossos cansaços, nossas expectativas…

Deixemos que o invisível tome conta de nós, que ele aqueça nossos corações, que renove nossas esperanças, que fortaleça nossos laços de amor! Amor para si mesmo, amor para com o próximo…amor! Feliz Natal Invisível!

Priscila Lima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s