O superpoder da junção!

mafaldaleitora_Bi5NDRknfPF.jpg

Que tal aproveitarmos o término e a lição diária que a copa do mundo 2018 nos proporcionou para refletirmos sobre a capacidade de possuirmos superpoderes mesmo não sendo super-heróis?

O superpoder está na junção! Corrobora o meu bom e amado português, ao determinar que o prefixo “super” só pede hífen quando a palavra seguinte começar com R ou H. Os super-heróis permanecem separados seja na grafia ou na (ir)realidade, tanto quanto os superpoderes permanecem juntos, seja na grafia ou na realidade. Mas afinal de contas, estamos falando de futebol ou de gramática? Estamos falando de junção:

“1. ato, processo ou efeito de juntar(-se).

2. reunião, união de seres ou coisas (concretas ou abstratas).

3. ponto em que duas ou mais coisas coincidem ou se juntam; confluência, convergência.”

Acabamos de assistir, arrisco dizer (já que pouco entendo de futebol), à copa mais justaposta de todas. Na qual a união dos jogadores elevou a capacidade técnica de cada partida, possibilitando que times, até então considerados menos favorecidos, demonstrassem os superpoderes por estarem unidos em detrimento dos times compostos por “super-heróis”. Nada melhor que falar de uma paixão nacional para demonstrar o tamanho da nossa capacidade.

“A união faz a força.” E nada melhor que um bom ditado popular para explicar o que deveria ser óbvio. Não é sobre o futebol, sobre as regras da gramática ou sobre super-heróis. É sobre a vida e a possibilidade de alcançarmos superpoderes ao unirmos um pouco a cada dia. Seja na união com outrem, seja na junção de pequenas atitudes, juntos, fazemos sim a diferença.

Deixemos que a nossa natureza gregária favoreça o interesse sincero pelo outro, ao desinteressadamente nos unirmos. Deixemos nossos hábitos protelatórios de lado nos predispondo a realizar pequenos gestos todos os dias. Não temos mais jogos diários da copa para continuar atestando o que foi dito, mas temos o hoje para juntar com o hoje de amanhã!

PS¹: por não acreditar em meras coincidências devo acrescentar que ao acessar a internet para publicar este texto deparei-me com a notícia de que eleito melhor jogador  jovem do mundial, Kylian Mbappé, doou toda quantia recebida para a instituição de caridade francesa Premiers de Cordée, que ministra aulas de esportes para crianças com deficiências. Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/campe%C3%A3o-dentro-e-fora-campo-213836850.html

PS²: A junção do texto com a notícia dispensa maiores comentários!

Priscila Lima

4 comentários sobre “O superpoder da junção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s